Acesse seu e-mail

Blog

Para onde vai o tráfego da Internet? Por Henrique Pufal em 25/10/2018 09:57

Há alguns dias a empresa Sandvine, especializada em análise de tráfego Internet, divulgou um relatório muito interessante sobre quais os tipos de tráfego ocupam mais recursos da rede Internet ao redor do mundo.

Esta empresa presta serviços para mais de 150 grandes operadoras mundiais de telecomunicações fixas e móveis, gerando informações sobre o que está acontecendo no tráfego destas redes e ajudando as operadoras a tomarem decisões sobre alocação de recursos, investimentos e engenharia de rede.

Guardadas as devidas proporções, nós no Sinosnet também temos o compromisso de acompanhar essas tendências e deixar a nossa rede preparada para atender melhor todas as aplicações que nossos clientes desejam utilizar.

Alguns pontos deste relatório são muito interessantes e gostaria de compartilhar com vocês:

O primeiro é um assunto que já falamos diversas vezes, mas vale sempre reforçar com dados e números atualizados: O tráfego de vídeo segue sendo dominante na rede, representando cerca de 58% do tráfego total de downstream, ou seja, aquele tráfego que é entregue para o cliente final, independente do dispositivo.

A Netflix corresponde a quase 27% deste tráfego de vídeo. Ou seja, 15% do tráfego total da Internet mundial é da Netflix. Se for analisado apenas o tráfego das Américas, este número chega a 19%.

O YouTube fica em segundo lugar, com 13% do tráfego mundial, com uma dominância muito maior nos países europeus, onde a Netflix demorou mais tempo para entrar e enfrenta maiores problemas com o licenciamento de conteúdo em cada país.

Um tipo de tráfego que vinha caindo, voltou a subir. É o chamado “Compartilhamento de Arquivos” que representa 22% do tráfego total de upstream, ou seja, o que os usuários enviam para a rede. Isso nada mais é do que o compartilhamento de filmes e séries através de aplicações como o BitTorrent. Uma das causas apontadas para a volta do crescimento é que existe muito conteúdo exclusivo em diversos serviços de streaming diferentes. Por exemplo, a Netflix tem “House of Cards”, a HBO tem “Game of Thrones”, a Amazon tem algumas séries de grande sucesso nos Estados Unidos que ainda não são muito conhecidas no Brasil. E as pessoas não assinam todos os serviços e buscam outras formas de assistir um conteúdo de sucesso.

Mas o tráfego que mais tem crescido de forma mais rápida nos últimos anos é o tráfego de Games. Os jogos representam quase 8% do tráfego da Internet Mundial. E nessa conta tem 2 componentes: Primeiro, o tráfego de download de jogos pela Internet nas maiores plataformas como PlayStation Network, Xbox Live, Steam, etc. Hoje é muito mais fácil comprar o conteúdo pela Internet e fazer o download, do que comprar a mídia física do jogo. E do outro lado, tem o tráfego de jogos multiplayer, cada vez mais interativos através da rede. No ranking do tráfego dos jogos, em primeiro lugar está o League of Legends com 26%. E m segundo lugar, a grande sensação do momento Fortnite com 15% e em terceiro lugar o Overwatch com 12%.

Como mencionei, é nosso papel no Sinosnet acompanhar o que acontece na Internet no mundo para que possamos atender melhor os nossos clientes. E também compartilhar com vocês alguns destes números interessantes.