Acesse seu e-mail

Blog Junho/2018

Já conhece o Instagram TV? Por Henrique Pufal em 25/06/2018 17:14

Quem usa o Instagram, deve ter percebido que desde a última semana, um novo ícone aparece no canto superior direito do aplicativo, ao lado do Instagram Direct.

Pois se trata do IGTV ou Instagram TV, uma nova ferramenta do Instagram voltada exclusivamente para os usuários que já usam essa rede social como uma plataforma de criação de conteúdo.

Essa função pode ser usada tanto dentro do app de fotos, através deste ícone que comentei, ou como um aplicativo separado, que já está disponível para download gratuito no Google Play ou na Apple Store.

Uma das principais características dessa nova ferramenta é o formato de vídeo apenas na vertical, ou seja, de pé, na posição em que já usamos os smartphones. Diferente do que o William Bonner sugere no Jornal Nacional.

Outro ponto interessante é o limite de tempo de vídeo. Apenas relembrando o histórico do Intagram: quando ele surgiu era somente para fotos, depois permitiu a postagem de vídeos com até 15 segundos, em seguida aumentou o tempo para um minuto. No Instagram Stories o limite de tempo de vídeo é de 15 segundos e o que vários perfis fazem é postar uma sequência de vídeos. Agora com o IGTV, contas verificadas podem postar vídeos de até uma hora, enquanto contas comuns têm o limite de dez minutos.

Em relação à qualidade dos vídeos, a ferramenta suporta vídeos em resolução 4K. Mesmo que a grande maioria dos celulares não chegue a exibir nessa resolução Ultra HD, esse padrão tão alto parece ser uma aposta no sentido de criar na Instagram TV um caráter bem profissional.

Ao lançar o novo aplicativo, Kevin Systrom, co-fundador e CEO da marca, apresentou o IGTV como uma nova forma de assistir a televisão online. O paralelo entre o app e a TV está no fato de que assim que o usuário abre o aplicativo, vídeos já são transmitidos. Não é preciso procurar conteúdo nenhum: o processo é automático, da mesma forma como se faz com aparelhos televisivos.

Ao utilizar o IGTV a gente pode ver quatro abas principais: "Para você", mostrando sugestões com base nas suas curtidas e contas que você segue; "Seguindo", com o conteúdo dos canais que você segue; "Populares", com conteúdo em alta entre todos os usuários; e "Continuar assistindo", com seu histórico de visualizações. Acaba sendo o algoritmo do aplicativo que escolhe o que a gente pode ver primeiro.

Ou seja, o objetivo do IGTV é claro: disputar audiência com o Youtube e com a TV tradicional. Resta ver como vai ser o processo de atrair criadores de conteúdo com a monetização dos vídeos, como atrair anunciantes e, principalmente, como atrair audiência neste momento em que tantos aplicativos, ferramentas, redes sociais estão disputando a nossa atenção o tempo todo.

E para quem usa a internet, é mais um canal para consumir conteúdo e entretenimento.